quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Copa do Brasil Feminino 2011 - Iranduba dá adeus à competição

Nesta quinta (08/09/2011) houve a partida da volta pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil de Futebol Feminino. No estádio Francisco Vasques (Souza) em Belém, Iranduba/AM e Tuna Luso/PA se enfrentaram para decidir quem iria às quartas-de-final (3º fase). Com um placar de 4 a 2, a Tuna Luso classificou-se eliminando a representante amazonense que precisava apenas de um empate ou perder por um gol de diferença marcando na casa da adversária.

A Crítica - A vantagem no primeiro jogo não foi suficiente para as meninas do Iranduba. (Rui Costa)

A partida inicia com o Iranduba chegando com perigo aproveitando os erros da adversária que tinha a obrigação de buscar o resultado, em uma das investidas ofensivas, um chute de longe assusta a goleira Rosany da Tuna que vê a bola raspando a trave. Mesmo inferior, quem abre o placar é a equipe paraense, a atacante Cássia passa por duas marcadoras e a goleira antes de tocar para o fundo das redes. Após o gol, a equipe cruz maltina cresce e domina o jogo.

Aos 43, o Iranduba marca mesmo sendo dominada pela equipe da casa, Francilene bate de forma magistral uma falta nas proximidades da área e empata o marcador. Aos 45 minutos o árbitro apita o fim do primeiro tempo, até o momento o placar levava a representante amazonense à próxima fase.

Inicia a segunda etapa e a Águia Guerreira parte pra cima e encurrala o Iranduba que mantém o resultado, graças a bela atuação da goleira Wilce que fecha o gol em bolas lançadas na área e chutadas de longe. A superioridade em campo da Tuna é traduzida em gols a partir dos 20, novamente Cássia marca após bobeada da zaga e na saída da goleira manda com categoria para a virar o placar. Seis minutos depois a destaque do jogo aparece para decidir, Cássia marca seu terceiro gol e amplia a diferença, neste momento quem ficava com a vaga era o time paraense.

A Crítica - A zagueira Rosa, destaque do jogo da ida, não teve a mesma atuação. (Rui Costa)

Aos 32 minutos a destaque do time amazonense, a meia Paulistinha, é expulsa após falta violenta que acarreta seu segundo amarelo. Para piorar, aos 33, Talita bate falta com perfeição e amplia ainda mais o marcador que é favorável á adversária. Porém na sequência a resposta é dada, Crak também de falta desconta a diferença.

Os últimos 15 minutos é de pura emoção e raça, ambas as equipes buscavam o ataque, se por um lado, a Tuna incomodava nos contra-ataques, por outro, o Iranduba assustava nas faltas, visto que a goleira tinha baixa estatura e facilitava as chances de gol. Aos exatos 49 minutos, o juiz José Souza da Costa apita o fim do jogo.

Na próxima fase a Tuna Luso/PA recebe o Viana/MA que venceu a equipe do Amazônia/AC por 5 a 2 e eliminou o jogo da volta. Lembrando que a partir de agora não existe mais a possibilidade de evitar o segundo confronto, tal vantagem era válida apenas nas duas primeiras fases.

1 comentários:

dgraus disse...

por favor consertem o gol e deem pra quem é devido.

o gol é da zageira rege (Regeane) e não de rosa como esta na foto.

grata

27 de dezembro de 2011 11:08

Postar um comentário